Ajude a manter esse site!!!

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Educação Musical: Projeto Cantando a História do Samba

O Projeto Cantando a História do Samba, idealizado por ELZELINA DORIS, tem a finalidade de valorizar a história social do samba a partir do resgate da nossa memória musical e tem o objetivo de despertar e desenvolver a integração social, o bem estar e a construção de uma cultura de paz e fortalecimento da auto estima.

Desenvolvido em escolas da rede pública e particular, busca o envolvimento dos professores das diversas áreas do conhecimento com oficinas de sensibilização e interativas com os alunos, possibilitando as crianças e aos jovens a fruição dessa genuína manifestação da cultura negra brasileira.

O projeto articula no mesmo espaço, tempo e lugar, formação, informação, conhecimento, história e a importância da cultura afro-brasileira e de matriz africana para a afirmação da nossa identidade étnica e racial. Com atividades lúdicas e pedagógicas com base na musicalidade rítmica do samba e na poesia, o projeto é um espaço para que aprendamos a valorizar os momentos importantes em que a música se inscreve no tempo e na historia.

Já foi realizado em mais de 93 escolas envolvendo cerca de 2.880 professores e 79.600 alunos - No formato de Seminário também já atendeu a 61 escolas, 390 professores e 15.000 alunos . Ganhou o Prêmio Educar para a Igualdade Racial - Experiências de Promoção da Igualdade racial/étnica no ambiente escolar, instituído pelo CEERT/SP e com apoio da Fundação Ford, da Coordenadoria Assuntos da População Negra da Pref.de SP, SESC/SP, UNESCO e UNICEF.
Objetivo:
Nosso objetivo é contribuir com a formação cultural dos professores e educadores, valorizando nossa cultura musical, através de atividades prazerosas, lúdicas e educativas, voltadas para o desenvolvimento da sociabilidade, da integração e do bem estar nas escolas e também com o processo de Implementação da Lei nº 10.639 e com as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais.

Caderno de Textos


   O Caderno de Textos é um suporte pedagógico e interativo onde a informação cumpre o papel de facilitar a ação sócio-cultural que envolve o processo de aprendizagem. O caderno busca trocar, difundir e ampliar as experiências educacionais com projetos inovadores no campo das manifestações culturais e artísticas dentro do ambiente escolar. Com o caderno educadores, professores, pedagogos, pais e alunos, agentes culturais e comunitários, podem viabilizar atividades educativas e culturais simultâneas, reunindo no mesmo espaço e tempo, história e cultura, lazer e entretenimento. Onde a música busca fazer a ponte entre o samba tradicional até a fusão de estilos musicais mais contemporâneos como o samba-canção, a bossa-nova, o samba-reggae e outras vertentes da música brasileira. Caderno conta parte dessa história com simplicidade e alegria e implica no princípio de um outro relacionamento com o mundo. Sempre pode existir ao lado do trabalho – a possibilidade de interação lúdica das pessoas, a valorização do ser humano e da auto-estima em todos nós. Os novos parâmetros curriculares nacionais ressaltam que, “para que a aprendizagem da música possa ser fundamental na formação de cidadãos, é necessário que todos tenham a oportunidade
de participar ativamente como ouvintes, intérpretes, compositores e improvisadores, dentro e fora da sala de aula, envolvendo pessoas de fora no enriquecimento do ensino, e promovendo interação com os grupos musicais e artísticos das localidades”.

   O CD DÓRIS CANTA SAMBA é um complemento do projeto, pois é utilizado para o desenvolvimento de atividades educativas e culturais voltadas para a promoção da igualdade racial no ambiente escolar colaborando com o processo de implementação da Lei 10.639/03, que estabelece a obrigatoriedade do ensino de História e Cultura afro-brasileira.

Um exemplo é a última faixa do CD em que artistas e músicos convidados demonstram a diferença de ritmos que deram origem ao samba, entre eles, o jongo, o maxixe, o ijexá, choro, samba-canção, samba de breque, samba-enredo, partido alto, bossa nova e samba-reggae.
Para adquirir os materiais didáticos acesse o site da AMAC: www.amacmg.org.br


Programa A COR DA CULTURA - NOTA 10, do Canal Futura filmado na EMEF Marlene Pereira Rancante.
Os educadores podem suprir a carência de materiais didáticos que incluam o negro sem preconceito com leituras adequadas e uma dose de criatividade. Um passo importante é escolher de forma consciente os livros que adentram a sala de aula. Outra possibilidade é desconstruir junto com os alunos as imagens e textos que veiculam o racismo. Uma excelente alternativa pode ser a produção do próprio material didático. Foi o que fez a professora Elzelina Dóris na EMEF Marlene Pereira Rancante, em Belo Horizonte.



Documentario:  Assista o vídeo sobre o Projeto com depoimentos de alunos, professores e personalidades da área educacional e cultural e veja algumas atividades desenvolvidas por alunos após a aplicação do projeto.



Programa Extra Classe do SINPROMINAS exibido na Rede Bandeirantes..








Nenhum comentário:

Postar um comentário