Ajude a manter esse site!!!

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Curiosidades: O jazz nos desenhos animados





Temas de jazz sempre foram recorrentes nos desenhos animados norte-americanos. Desde as décadas de 1930 e 1940 os estúdios Disney, Warner Bros, Walter Lantz, Universal e MGM, só para citar os principais, usaram e abusaram do jazz para compor a trilha sonora dos seus cartoons. Muitas vezes esse gênero musical era o mote da própria historia, fazendo parte do roteiro, como nos musicais hollywoodianos, e, em muitos casos, os movimentos dos personagens dos desenhos eram inspirados nas performances de cantores de jazz. Como exemplo disso, no cartoon Betty Boo, o cantor e líder de uma jazz band Cab Calloway foi representado em três episódios: no primeiro como uma morça fantasma que interpreta Minnie the Moocher (1931); num segundo o Velho da Montanha cantando The Old Man Of the Mountain (1933); e no terceiro (Snow White – Branca de Neve) o palhaço Ko Ko cantando St. James InfirmaryOutro clássico é o cartoon Scrub Me Mama With a Boogie Beat (1941), baseado numa canção homonima e gravado por The Andrews Sisters and Will Bradley & His Orchestra.
Em 1946, o gato Tom (Tom & Jerry) dubla a canção Is You Is or Is You Ain’t My Baby de Louis Jordan, no episódio Solid Serenade. Em outro episódio, The Zoot Cat (1944), Tom aparece com um terno da moda e tenta impressionar sua namorada como um dançarino de swing jazz. O tema do Pica-pauWood Woodpecker Song, foi composta por Kay Kyser e interpretado por ele mesmo, com participação dos cantores Gloria Wood e Harry Babbit, em 1948. Da série Looney Tunes, Three Little Bops (1957) é uma diverdida adaptação do clássico infantil Os três porquinhos. Nesse cartoon os porquinhos formam uma trio de jazz e tentam se livrar do lobo mau que insiste em tocar seu trompete no conjunto. No final o lobo foi parar no inferno, de onde consegue tocar com maestria e impressionar o trio. Nos anos 1960, desenhos como The Cat (Manda Chuva), The Jetsons (Os Jetsons) e The Flintstones (Os Flintstones), produzidos pelo estúdio Hanna Barbera e que hoje são “clássicos retrô”, tinham o jazz como tema de abertura. Paul Francis Webster compôs em 1967 o tema de abertura cartoon Spider Man, canção que teve uma versão punk rock gravada em 1995 pela banda The Ramonese outra em 2004, num estilo a la Frank Sinatra, pelo cantor de jazz Michael Bublé para a trilha do filme Spider Man 2.
Mesmo com presença marcante nos cartoons norte americanos, o jazz concorria com outros generos músicais como a rumba, a salsa, o samba (referências a Carmem Miranda) e a música erudita. Um exemplo fantástico é o episódio Pink, Plunk, Plink(1966) da Pantera Cor de Rosa (Pink Panther), em que retrata a saga do felino na tentativa de executar seu tema musical numa orquestra sinfônica que apresentava a 5ª Sinfonia de Beethoven. Ela consegue seu intento, mandando o maestro pelos ares, e o próprio compositor, Henry Mancini, aparece na platéia aplaudindo o feito. A presença do jazz nos desenhos animados é um tema muito extenso e que merece ser explorado. Nos desenhos contemporâneos ainda podemos ouvir o gênero na abertura dos cartoons Os Padrinhos Mágicos (Fairly OddParents ), Uma Família da Pesada (Family Guy), Du, dudu e Edu (Ed, Edd & Eddy), O Máscara (The Mask), entre outros.
Curta a seleção abaixo e deixe seu comentário indicando outros desenhos que você considere interessante para enriquecer o assunto.
Betty Boop – Minnie the Moocher
Betty Boop 1933 Cab Calloway “The Old Man Of the Mountain”
Betty Boop 1933 Cab Calloway “Snow-White”
Scrub me Mamma with a Boogie Beat (1941)
Woody Woodpecker Show – Wet Blanket Policy
Tom and Jerry – Is You Is or Is You Ain’t My Baby 1946
Tom & Jerry – The Zoot Cat (1944)
Three Little Bops
Top Cat TC
The Jetsons Intro
The Flintstones Intro Theme
Spider-man Original Cartoon Theme Song
The Pink Panther 019 Pink, Plunk, Plink
Fairly OddParents Theme Song
Ed, Edd & Eddy Theme Song
Family Guy Intro Theme
The Mask Intro


Link Original: http://outra-cena.com/?p=2498


Nenhum comentário:

Postar um comentário