Ajude a manter esse site!!!

terça-feira, 30 de abril de 2013

Educação Musical: Série Ritmos Brasileiros - MPB 2 - Elis Regina


Dicas: Concorra a prêmios de até R$ 3.000,00 em instrumentos musicais




Regulamento

Todo o festival ocorrerá virtualmente, desde o envio das apresentações em vídeo até a avaliação da comissão julgadora e o anúncio dos vencedores.
O objetivo é animar os espaços escolares de musicalização, expondo as possibilidades dos xilofones e metalofones dentro dessas apresentações e motivando uma comunidade de interessados em compartilhar essas atividades.
Podem participar alunos de escolas regulares ou especializadas de todo território nacional, em grupos formados por alunos de 4 até 15 anos, com exceção do(a) regente que poderá ser um(a) integrante com mais de 15 anos. Não há limite para o número de integrantes no grupo.
Um(a) professor(a) deve ser responsável pelo grupo em todas as etapas do festival, desde a escolha da música, processo de gravação, verificação do regulamento, envio do vídeo e inscrição.
Cada professor(a) pode inscrever e ser responsável por até 5 grupos distintos.
Os grupos devem gravar um vídeo de uma apresentação musical com xilofones e metalofones e outros instrumentos de musicalização.
O vídeo deve ter entre 3 a 7 minutos de duração.
O(a) professor(a) responsável deve se assegurar de que o uso da música atende a lei dos direitos autorais.
O(a) professor(a) responsável deve obter a autorização de imagem de todos os integrantes do grupo. No caso dos alunos menores de idade, a autorização deve ser lida e assinada pelos pais ou responsáveis
CLIQUE AQUI PARA BAIXAR UM MODELO DE AUTORIZAÇÃO DE IMAGEM
.
A impressão e assinatura das autorizações ficarão a cargo do(a) professor(a) responsável. Concordando com os termos do regulamento do festival no ato da inscrição, não há necessidade do(a) professor(a) enviar cópias das autorizações assinadas, porém fica sob sua responsabilidade a preservação das mesmas.
Não é necessário que o vídeo seja gravado com qualidade profissional, mas deve haver uma captação de áudio que possibilite a avaliação da comissão julgadora. Dessa forma, deve-se manter silêncio durante a gravação para que ruídos sonoros não interfiram no som da música executada pelo grupo.
Os vídeos devem ser postados no site www.youtube.com e, em seguida, a inscrição deve ser realizada no link que se encontra ao final deste regulamento, onde serão preenchidos os campos solicitados e informado o link do vídeo. As inscrições poderão ser realizadas até o dia 15 de agosto de 2013. O(a) professor(a) responsável receberá um e-mail confirmando a participação do grupo no festival.

Critérios de avaliação

Os critérios de avaliação da comissão julgadora compreendem os seguintes quesitos:
  • Musicalidade
  • Originalidade
  • Ritmo/cadência

Premiação

resultado será anunciado no dia 30 de agosto de 2013, com três grupos vencedores. Os prêmios serão atribuídos da seguinte forma:
  • 1º lugar: R$ 3.000,00 para retirar em instrumentos musicais da Jog Vibratom, a escolha do(a) professor(a).
  • 2º lugar: R$ 2.000,00 para retirar em instrumentos musicais da Jog Vibratom, a escolha do(a) professor(a).
  • 3º lugar: R$ 1.000,00 para retirar em instrumentos musicais da Jog Vibratom, a escolha do(a) professor(a).
O(a) professor(a) responsável pelo primeiro grupo colocado também ganhará um convite para a 30ª Expomusic, feira de música que acontecerá em São Paulo dos dias 19 a 22 de setembro, com despesas de viagem pagas pela Jog Vibratom. Nessa ocasião, o(a) professor(a) receberá um troféu durante uma sessão de fotos no estande da Jog Vibratom.
Serão selecionados os vídeos das melhores apresentações, a fim de serem exibidos no estande da Jog Vibratom durante a 30ª Expomusic.
Todos os grupos receberão um certificado de participação e os vídeos de suas apresentações serão divulgados em nosso site.

Voto popular

Além da avaliação da comissão julgadora, haverá uma votação popular realizada na fanpage oficial da Jog Vibratom - www.facebook.com/jogvibratom, onde todos os vídeos das apresentações serão publicados. O vídeo que mais receber curtidas até o dia 15 de setembro será o vencedor dessa modalidade e o grupo será premiado com R$ 1.000,00 para retirar em instrumentos musicais da Jog Vibratom, a escolha do(a) professor(a).

Paulo Vanzolini Um Homem de Moral (Filme Completo 2009).


quinta-feira, 25 de abril de 2013

Dicas: Edgar - Giacomo Puccini - Edgar (opera)




Curiosidades: Gorbatera, ou gorteria!




Educação Musical: Série Pedagogias - Kodaly 1 - Manossolfa






Curiosidades: Vuvuzela Concert


Matéria: Dilma elogia caxirola e diz que é mais bonita que a vuvuzela




Dilma Rousseff segura uma Caxirola, instrumento criado por Carlinho Brown (Foto: Reuters)





BRASÍLIA, 23 Abr (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff se divertiu nesta terça-feira ao som da caxirola, instrumento criado pelo músico Carlinho Brown para animar os estádios da Copa do Mundo de 2014.

Animada, a presidente chegou a ensaiar movimentos de percussão com a caxirola, numa improvisada versão do hino nacional comandada por Brown, que também contou com a participação da ministra da Cultura, Marta Suplicy.

A caxirola, segundo Brown, permite várias formas de comemoração durantes as partidas, desde anunciar nomes de jogadores da seleção até a comemoração dos gols.
Dilma foi presenteada com um pingente dourado da caxirola, que usou durante a abertura da exposição "O Olhar de Ouve", que reúne pinturas e esculturas do cantor baiano no saguão do Palácio do Planalto.
"Eu acredito que a caxirola faz parte não só do futebol, mas da imensa capacidade do nosso país de fazer um instrumento muito mais bonito que a vuvuzela", disse a presidente em referência às cornetas usadas pelos torcedores na Copa da África do Sul, em 2010.
A caxirola já recebeu a chancela do Ministério do Esporte e fará parte da linha de produtos oficial da Fifa, segundo Brown.
Empolgada, Dilma chegou a dizer que a caxirola tem "um sentido transcendental".
"E eu tenho certeza que principalmente as crianças desse país vão ter uma experiência muito fantástica com a caxirola. O Carlinhos não disse, mas ele me falou que a caxirola também tem um sentido transcendental de cura, de enfim, de paz com o mundo, de estar de fato em sintonia com a natureza e com todos os orixás", discursou a presidente.
(Reportagem Jeferson Ribeiro)

Educação Musical: Instrumentos de Sucata 7 - Idiofones com tubo de PVC


Esse é um dos tópicos mais pedidos aqui pelo correio eletrônico musicalizabrasil@gmail.com, e pesquisando encontrei a matéria muito bem postada no blog: Musicalmente Contando, então decidi colocar aqui para vocês, visitem o link original, pois se encontram outras postagens sobre o assunto.

Matéria retirada do Blog: Musicalmete Contando.

Link original: http://musicalmentecontando.blogspot.com.br/2012/11/idiofone-com-tubo-de-pvc.html



Idiofone com Tubo de PVC

Você sabe o que é um Idiofone


Idiofone é um instrumento musical em que o som é provocado pela sua vibração. É o próprio corpo do instrumento que vibra para produzir o som, sem a necessidade de nenhuma tensão. Esta categoria compreende a maior parte dos instrumentos executados por atrito (como o reco-reco e o guiro), por agitação (como o chocalho, caxixi e ganzá), assim como muitos instrumentos de percussão melódica, como os xilofones. Os blocos sonoros, claves e pratos são exemplos de idiofones percutidos sem intenção melódica.


Existem uma infinidade de idiofones que você encontra no mercado, mas são muito preciosos aqueles que você consegue construir junto a seus alunos. 


Abaixo o projeto para um idiofone de canos de PVC. Eu já construí, e utilizo muito em sala de aula com meus alunos por oferecer a possibilidade de construir melodias (uma nota musical de cada vez) ou harmonias (o conjunto de notas musicais simultâneas).


Com este instrumento é possível trabalhar não só a audição, mas a métrica, pulsação (ritmo), e eles se divertem desde a confecção até a produção de som!



Materiais: 1 vara de tubo de PVC de 40 mm

                 1 vara de tubo de PVC de 50 mm

                 5 joelhos de 50 mm

                 6 joelhos de 40 mm

                 1 folha de lixa 120

                 1 trena de 2 metros

                 1 lápis

                 1 serra fina para serrar os canos de PVC

                 Folhas adesivas coloridas

As cores são um padrão para notas musicais. Cada nota pode ser decorada com adesivo colorido ou pintado! Interessante é também escrever o nome de cada nota em seu respectivo cano:

A=LA

B=SI

C=DO

D=RE

E=MI

F=FA

G=SOL

Para tocar, basta bater com a curva (joelho) no chão:


Dicas: Wynton Marsalis - Jazz in Marciac 2009





sexta-feira, 19 de abril de 2013

Curiosidades: Fómula musical - Conheça a Tabela Periódica do Jazz

Camila Garófalo em 

Quem nunca teve dificuldade em lidar com a tabela periódica? Mas quando os elementos químicos se transformam em notas musicais fica muito mais interessante. O projeto A Tabela Periódica do Jazz (The Periodic Table Of Jazz) conta os cientistas mais importantes na criação da fómula musical do gênero.

De Louis Amstrong a Miles Davis, os elementos se transformam nas iniciais do nome como, por exemplo, a letra “D” para representar Duke Ellington. Quanto as famílias, se subdividem em cores para cada instrumento musical diferente, sendo sax tenor (cor de rosa), trompete (amarelo) e piano (azul).



Link Original: http://catracalivre.com.br/geral/musica-baixar/indicacao/fomula-musical-conheca-a-tabela-periodica-do-jazz/

Link da Tabela: http://unlogicdoo.com/lab/periodic-table-of-jazz/

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Dicas: Radio Radinho

Texto retirado do blog: Forrozinho de Gala

Link Original: http://forrozinhodegala.wordpress.com/2013/03/15/radio-radinho/



Tem novidade na rede! E da boa. É a Rádio Radinho que tem conteúdo musical de qualidade para os pais e suas crianças, de 0 a 8 anos. O site funciona 24 horas por dia e conta com uma programação que acompanha todos os momentos do dia dos pequenos, do amanhecer até a hora de dormir. Confira:

“Lá vem o sol” possui uma seleção de canções perfeitas para a turminha despertar e acordar feliz. Começa às 6h e tem uma hora de duração.

“Vamos Lá” oferece dicas, agenda cultural e, claro, música para a família. O programa acontece em três horários: 7h às 09h, 11h às 13h e 17h às 19h.

“Mini Mundo” é uma viagem musical pelos quatro cantos do mundo. É sensacional descobrir ritmos tão especiais de outras culturas. Das 09h às 10h e das 16h às 17h.

“Brazuquinha”, bem nem precisamos dizer que é um de nossos favoritos, né? Cultura e folclore nacional combinam perfeitamente com o nosso universo.
radio radinho brazuca

“Cineminha” conta com trilhas sonoras da sétima arte. Das 13 às 14h e das 20h às 21h.

“Soneca” começa às 14h e é perfeito para o soninho depois do almoço.

“Entra na roda” é mais um programa preferido aqui da Forrozinho!
radio radinho entra na roda
“Nana neném” começa às 21h. Tem historinhas e parece mais uma caixinha de música.

“Soninho” é o programa de ninar que promete garantir uma noite bem tranquila para a criançada. Também somos fãs!
radio radinho soninho

Link da Radio Radinho: http://radioradinho.com.br/

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Matéria: Brasília firma parceria musical com método El Sistema


Texto: Blog do Álvaro Siviero, no Jornal Estadão.


Agora a coisa vai: Brasília receberá investimento para implementação da prática de música nas escolas públicas do Distrito Federal. A assinatura do projeto Música Educação Cidadania ocorreu na tarde de ontem, com a presença do maestro Abreu, fundador do célebre modelo venezuelano El Sistema, e de diversas autoridades governamentais. Pelo incontestado serviço cultural e de resgate social que o método já ofereceu a centenas de milhares de pessoas na Venezuela, onde muitos já ocupam lugar de destaque nas melhores orquestras do planeta, entre eles o popstar da regência mundial Gustavo Dudamel, o maestro Abreu foi condecorado com a Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul, principal comenda do governo brasileiro.
Ontem, pela tarde, o maestro Vantoil Souza me comentou eufórico, por telefone, os momentos vividos em Brasília. Vantoil Souza, gestor do projeto Música nas Escolas na cidade de Barra Mansa-RJ, já possui larga experiência educacional com a música. Será um dos homens que estará à frente da ideia que está agora sendo implementada no Distrito Federal. Algumas horas depois, chega nova mensagem em meu celular: desta vez era o maestro Cláudio Cohen, regente da Orquestra Sinfônica de Brasília e que, neste mesmo blog, já havia anunciado entre seus projetos a implementação desta ideia. Eu era bem ciente de tudo. Coincidentemente, tive a oportunidade de apresentar-me com esses dois maestros neste ano, que me colocaram ao par desta grande possibilidade, que hoje se transforma em certeza.

Neste momento, segundo dados que recebi, aproximadamente 140 mil alunos serão beneficiados. Para o próximo ano, os números atingirão a cifra de 400 mil alunos. Fui testemunha do empenho do maestro Cláudio Cohen neste âmbito educacional e da força com que comunicava suas ideias visionárias. Já na Orquestra Sinfônica de Barra Mansa, fruto de projeto semelhante, comprovei pessoalmente a força musical existente neste grupo sinfônico onde, a maioria esmagadora de seus integrantes, provém do projeto Música nas Escolas, ainda desconhecido de muitos.

Que este exemplo sirva a todos os estados deste nosso imenso Brasil para que a música, a cultura, seja nosso principal baluarte. Que em um futuro próximo, uma orquestra com genética inteiramente brasileira, nos moldes do método El Sistema como mostra o vídeo abaixo com Dudamel e sua Simon Bolivar, espalhe seu som por esse mundo afora. Esse mundo que foi feito para ser nosso. Não nos esqueçamos: a Beleza tem poder de redenção.



Dicas: Divulgando!!!


Dicas: Divulgando!!!


Dicas: Divulgando!!!


terça-feira, 16 de abril de 2013

Dicas: Divulgando!!!



Oi pessoal, na próxima segunda, dia 22, de 16h às 18h, teremos outra daquelas oficinas patrocinadas pela Contemporânea. 

Agora, a Contemporânea nos apresentará outro fera, o paraibano Antonio China. Ele abordará ritmos latinos, tendo como foco principal a técnica de congas.

IMPERDÍVEL!

Quem quiser confirmar a presença, é só responder este e-mail, dizendo: Confirmo minha presença! 

Só peço a gentileza de confirmar quando realmente tiver certeza de que virá. O espaço é pequeno e precisamos controlar com precisão as confirmações.

email: aricolares@gmail.com



Vejam links abaixo de outra oficina pela Contemporânea que ele deu recentemente:


domingo, 14 de abril de 2013

Dicas: Conheça centenas de rádios da África gratuitamente




Camila Garófalo em 
A música negra ou black music (música afro-brasileira no Brasil e música afro-americana nos Estados Unidos) está devidamente representada pelas diversas emissoras de rádio espalhadas por toda a África.
A música negra influenciou muito a música brasileira
A música negra influenciou muito a música brasileira
A música negra e sua influência na música brasileira

Conheça rádios da Angola, Argélia, Egito, Etiópia, Guiné, Moçambique, Nigéria, Somália, Tunísia e muito mais. Uma oportunidade para conhecer, gratuitamente, outras músicas tribais africanas trazidas pelos escravos.
Entre os estilos e gêneros encontrados no siteTunein estão o jazz, samba, soul, , blues, instrumental, hip hop, R&B, funk e outros tantos que sofreram influencia dessa vertente musical.

Nova parceria com o Musicaliza Brasil, aguardem nossas surpresas!!!

 

A MT Instrumentos Musicais nasceu a partir de experiências sonoras realizadas 

pelos Musicoterapeutas Marcel Abramo e Thaís Xavier, inicialmente oferecendo 

instrumentos artesanais a nossos pacientes e alunos. Com cores vivas e materiais de 

qualidade, buscando sempre a melhor sonoridade, segurança e acabamento. Foi assim, 

através dos colegas de profissão que a MT Instrumentos aos poucos se fez conhecida e 

vem conquistando ao longo destes anos espaço em todo o Brasil, participando de feiras e 

exposições. Conta atualmente com mais de 40 itens entre instrumentos e material 

pedagógico musical de apoio a professores, pais e terapeutas. Conheça nossos 

instrumentos, ouça a sonoridade real e monte sua bandinha!


Link: http://www.mtinstrumentos.com.br/index.htm

quinta-feira, 11 de abril de 2013

SESI Valores da Música: As Vozes do Coral


Material de apoio para introdução do ensino à música em escolas de língua portuguesa. Uso gratuito desde que citado o Serviço Social da Indústria - SESI - todos os direitos reservados - 2010.



terça-feira, 9 de abril de 2013

Dicas: Folha lança Coleção em Tributo a Tom Jobim no próximo domingo

07/04/2013 - 07h00

Folha lança Coleção em Tributo a Tom Jobim no próximo domingo

COLABORAÇÃO PARA A FOLHA
DE SÃO PAULO

A partir do próximo domingo, dia 14, começa a chegar às bancas e livrarias de todo o país a nova Coleção Folha Tributo a Tom Jobim.

Seus 20 volumes --que sairão todos os domingos, até 18 de agosto-- compreendem 18 álbuns originais do compositor, músico e cantor.

A ênfase recai sobre discos gravados em estúdios, tais como "Passarim", "Wave", "Tide", "Matita Perê" e "Canção do Amor Demais" --este último com Vinicius de Moraes e Elizeth Cardoso.

Parcerias de Jobim com expoentes da música brasileira também são contempladas. Estão ali discos e temas gravados com Elis Regina, Gal Costa, Dorival Caymmi, Edu Lobo, Chico Buarque e Miúcha, por exemplo.

Completam a Coleção os discos "Tom no Feminino" (volume 19, nas bancas em 11 de agosto) e "Tom Masculino" (volume 20, em 18 de agosto), que compilam canções do maestro interpretadas por diferentes cantoras e cantores.

Ana Ottoni/Folhapress
O compositor e maestro brasileiro Tom Jobim posa para foto em sua casa, no Rio, em dezembro de 1994
O compositor e maestro brasileiro Tom Jobim posa para foto em sua casa, no Rio, em dezembro de 1994

TEXTO E CONTEXTO

Cada disco é acompanhado por um livro de 48 páginas, impresso em papel colorido e com acabamento em capa dura, com textos de críticos e repórteres especializados em música brasileira.

Entre os autores estão Antonio Carlos Miguel, Carlos Calado --que também edita a Coleção--, Lauro Lisboa Garcia, Lucas Nobile, Mauro Ferreira e Tárik de Souza.

Os textos inserem cada álbum em seu contexto histórico e artístico. Mais que relacioná-los à trajetória biográfica e artística de Tom, trazem detalhes sobre as sessões de gravação e histórias de bastidores. Analisam, ainda, as composições, arranjos, participações de convidados e relações do álbum com outras gravações e fases da carreira do músico.

No caso de canções presentes em mais de um álbum (como "Garota de Ipanema", "Corcovado", "Triste", "Dindi" ou "Wave"), a Coleção aponta as diferenças entre as versões.
Como os grandes músicos do jazz, Tom Jobim valorizava e praticava a arte do arranjo e jamais se repetia, mesmo ao regravar seus sucessos.

Todos os livros-CDs incluem também uma análise do repertório do respectivo álbum, com a ficha técnica mais completa possível, letras das canções, fotos do compositor e de seus parceiros.

Alguns deles também têm seus perfis traçados, como Aloysio de Oliveira (produtor), Newton Mendonça (letrista), Eumir Deodato (arranjador), Chico Buarque e Jaques Morelenbaum (violoncelista e arranjador).

Fechando cada volume, indicações ao leitor de livros para aprofundar a leitura, além de uma lista de discos que guardam relação com o álbum da semana.

Coleção Tom Jobim

 Ver em tamanho maior »
Editoria de Arte/Folhapress
AnteriorPróxima
"Caymmi Visita Tom" 14 de julho - Gravado em família em 1964 com Dorival, Nana, Dori e Danilo. "Das Rosas" e "Só Tinha de Ser Com Você" eram inéditas